Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Petite Franchy

La Petite Franchy

Penha Garcia: O que visitar?

22.08.20

Olá! 

Penha Garcia faz parte da minha vida desde que nasci. Terra natal da minha família, foi aqui que passei grande parte da minha infância durante as férias e, atualmente, grandes temporadas. Tenho as melhores memórias deste lugar. 

Mas a verdade é que ainda tenho muito para conhecer na região da Beira Baixa. Por isso, decidi começar a explorar as aldeias desta região. No post anterior e como primeira paragem visitei a aldeia de Monsanto. 

No post de hoje, venho-vos falar e trazer um novo roteiro pela aldeia de Penha Garcia. 

Colourful Mood -222.jpg

A poucos quilómetros da fronteira com Espanha, encontra-se uma encantadora aldeia que cativa todos aqueles que a visitam. Penha Garcia é uma aldeia portuguesa, localizada no Concelho de Idanha-a-Nova.

Quer pela posição quer pela beleza natural, com as típicas casinhas em pedra ruiva dispersas pelas estreitas ruas e ruelas, Penha Garcia é digna de um postal ilustrado -, e já vão a ficar a perceber porquê.

A visita começa naquela que é conhecida como as "Portas da Vila". Ao entrar pela aldeia, encontra-se um tanque em homenagem aos combatentes da Guerra do Ultramar e ao 25 de Abril. Este largo funciona como ponto de partida para explorar a aldeia.

20200822_113445.jpg

Antes de se iniciar a visita, aconselho a deslocarem-se ao posto de turismo, como forma adquirir, gratuitamente, o mapa turístico, incluindo o da "Rota dos Fósseis". O posto de turismo está localizado numa casa antiga, entretanto, recuperada que serve como museu do Padre João, uma figura bastante acarinhada na terra. Ao lado, está a Capela do Espírito Santo.

20200807_153210 (1).jpg

A partir daqui, a visita continua pelas ruas da aldeia em direção ao topo, onde está a Igreja Matriz, século XX, onde se destaca a pia batismal.

Nas traseiras da Igreja, o acesso ao Castelo é feito por uma escadaria, em pedra, um pouco íngreme. No cimo, pode-se contemplar uma vista, deslumbrante, de 360º sobre o vale do Rio Pônsul, onde se encontra o Parque Icnológico de Penha Garcia, inserido na Rede Internacional do Naturtejo Geopark. É o primeiro, deste género, em Portugal, onde a sua dimensão se estende a seis concelhos do distrito de Castelo Branco – Idanha-a-Nova, Oleiros, Proença-Nova, Vila Velha de Rodão, Castelo Branco e Nisa.

Colourful Mood -181.jpg

Colourful Mood -206.jpg

Depois da visita ao Castelo, qualquer turista vai querer fazer a emblemática "Rota dos Fósseis". É um percurso pedestre de 3 Km (duração de 1h30), que começa no Castelo até à Barragem, passando pelos Moinhos e pela Piscina Natural. Relativamente aos moinhos, é possível a visita mediante a aquisição de um bilhete no posto de turismo ou do Passaporte Idanha-a-Nova. Este passaporte vai permitir visitar, por um valor de 10 euros, uma rede de seis espaços turísticos e museológicos, no concelho, por um período de um ano.  

20200807_145731 (1).jpg

Mas esta aldeia também é conhecida por algo raro: Icnofósseis. Ao longo deste percurso, é possível ver marcas gravadas nas rochas de Trilobites, criaturas marinhas, que habitaram naquele lugar há mais de 490 milhões de anos.

Colourful Mood -219.jpg

E como a melhor parte fica para o fim, não podem deixar de visitar a piscina natural, mais conhecida como Fonte do Pego. É um lugar imperdível neste roteiro. A mesma encontra-se no meio das rochas, possuindo uma cascata que, naquela envolvência, torna aquele lugar ainda mais especial.

Venham conhecer esta aldeia, cheia de história e tradições com todo o encanto da Beira Baixa.

Beijinhos, 

Daniela França

1 comentário

Comentar post